Cultura Gaúcha: Conheça Tudo Sobre Ela

A cultura gaúcha do Rio Grande do Sul foi fortemente influenciada pelos imigrantes europeus como os espanhóis, portugueses, italianos e alemães na segunda metade do século XIX. Com isso, a região é rica em tradições e elementos únicos na culinária e música, não é à toa que os gaúchos são tão orgulhosos da sua cultura. 

Você tem interesse em conhecer sobre as tradições dessa rica região do país? Neste artigo você saberá sobre:

  • – comida tradicional gaúcha;
  • – festivais, música e danças gaúchas;
  • – lugares do turismo gaúcho para conhecer a cultura da região.

Comida tradicional da cultura gaúcha

Com a imigração alemã no início do séc. XIX,  a batata passou a ser cultivada na região enquanto que a imigração italiana no final do séc. XIX foi responsável por instalar a cultura da massa, polenta e galeto, além do vinho (que se tornou a principal fonte de renda dos colonos no Rio Grande do Sul).

Além disso, a culinária tradicional gaúcha é popular no país inteiro, como o arroz carreteiro, puchero, caca atolada, bolo de carne, charque e ambrosia. 

Chimarrão

O chimarrão é o símbolo da cultura gaúcha. O consumo faz parte do dia a dia dos gaúchos e não só em dias frios, mas também durante o verão. Essa bebida é uma espécie de chá amargo, consumida entre os 60 e 70 °C. O mate é servido em uma cuia e é um legado das culturas indígenas quíncha.

Churrasco

O gado chegou ao Brasil por meio dos colonizadores e se reproduziu no Rio Grande do Sul. Assim, os gaúchos que comercializam o couro também colocavam a carne em espetos de madeira e assavam no fogo de chão, o que tornou esse tipo de alimentação a base da região. 

Não tem como falar da cultura gaúcha sem citar o churrasco. Isso porque a carne da região é conhecida por ser mais gostosa e possui particularidades que a tornam única. Por isso, quem visita a região não pode deixar de ir em uma churrascaria de carne gaúcha

churrasco cultura gaucha

 

Festivais, música e danças gaúchas

Um dos festivais da cultura gaúcha mais famosos é a Festa da Uva, que até chegou a ser interrompida durante a Revolução de 30 e a Segunda Guerra Mundial, mas foi retomada em 1950. A festa refere-se ao começo da colonização italiana no Rio Grande do Sul, que tinham o hábito de fazer reverência à terra e colheita, como uma forma de respeito ao alimento. 

A Festa Nacional da Uva acontece em Caxias do Sul e, nela, centenas de expositores apresentam produtos e lançamentos, artigos típicos coloniais além do desfile temático, onde a rua é transformada em um trilho de trem. 

Além dessa festa, não podemos deixar de citar também:

  • – Oktoberfest: essa é, talvez, a festa mais popular ao redor do Brasil e a tradição veio junto com os imigrantes alemães. O festival é recheado de cerveja, danças típicas alemãs, comida e, claro, música; 
  • – Festival do Quentão: criado em 1997 resgata a tradição italiana de comer, beber e festejar e, claro, tem um clima de festa junina. Esse festival foi produzido por duas comunidades construídas pela união de Garibaldi e Bento Gonçalves;
  • – Natal Luz: quem ama essa época do ano não pode deixar de conhecer o maior evento natalino do mundo, que atrai cerca de 2 milhões de turistas todos os anos. Nele, a cidade de Gramado fica cheia de cantores, bailarinos, teatro e milhares de luzes natalinas.  

Trajes típicos

Os trajes típicos são muito comuns na cultura gaúcha. O Pilcha é o traje oficial de homens e mulheres, desde 1989 é usado em ocasiões especiais e são separados em três tipos:

  • – pilcha para atividades artísticas e sociais; 
  • – pilcha campeira;
  • – pilcha para a prática de esportes. 

Ou seja, quem for visitar o Rio Grande do Sul pode muito bem encontrar homens usando botas, bombacha e um lenço no pescoço, ou mulheres com vestidos de prenda, chapéu ou boina e alpargatas. 

Danças típicas

As danças têm um papel essencial na cultura da região, e, se você quer conhecer as músicas e trajes típicos, ver a apresentação de alguma dessas danças abaixo é uma ótima maneira. Veja:

  • – chula: inspirada nas danças portuguesas e é tradicionalmente dançada por homens, que competem ao som da gaita gaúcha;
  • – vaneira / Vaneirinha / Vaneirão: dança  trazida pelos alemães, é baseada em um estilo de dança de salão cubana que possui elementos da valsa;
  • – mazurca: mescla elementos rancheiros e de dança de salão, é um ritmo rápido dançado por casais ao som de violinos e gaitas gaúchas;
  • – chimarrita: introduzida na cultura gaúcha pelos portugueses da região de Açores, por volta do século XVII. A dança é bem animada e consiste em casais alinhados batendo palmas e sapateando.

 Lugares do turismo gaúcho para conhecer a cultura da região

O Rio Grande do Sul possui cidades e pontos turísticos cheios de história para quem é curioso e apaixonado pela cultura gaúcha. Gramado e Canela, por exemplo, possuem festas de gastronomia italiana e atrações que envolvem neve durante o inverno.

Já Jaguarão é uma cidade com um patrimônio arquitetônico catalogado e preservado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, com uma das mais antigas pontes internacionais. Além disso, a cidade possui o Museu Carlos Barbosa, em memória ao ex-senador do império e da república e ex-presidente da província.

 Por fim, quem deseja mergulhar mesmo na história e gaúcha, pode visitar:

  • – Sítio Arqueológico de São Miguel Arcanjo;
  • – Ruínas de São João Batista, em Entre-Ijuís; 
  • – Catedral Angelopolitana e o Memorial Coluna Prestes.

 Gostou do artigo? Então complete seu conhecimento e conheça pontos turísticos em Gramado: conheça 5 pontos para conhecer na serra gaúcha

 

Saiba como gastar menos em Gramado

Gramado Blog Club

Abrir Chat
Precisa de ajuda?
Olá, podemos te ajudar?